Qual a potência das trocas intergeracionais quando há oportunidades de convivência produtiva?

Encontramos no Brasil muitas instituições de longa permanência para idosos, mas geralmente seguindo ainda uma tipologia hospitalar e com regras que definem um controle dos indivíduos para que seja possível a convivência sistematizada. Ocorre que não há uma definição clara do perfil de idosos aceitos e, evidentemente, o envelhecimento evolui e pode aumentar algumas perdas. […]Read Post ›