Os residenciais brasileiros para idosos seriam vistos de modo diferente se estimulassem a intergeracionalidade?

A maioria das pessoas pensa em moradias especializadas para idosos como asilos, empreendimentos originalmente criados por congregações religiosas que recebiam e abrigavam pessoas em situação de vulnerabilidade social. Quando velhice era sinônimo de inutilidade e não havia suporte social que atendesse fragilidades decorrentes do avanço da idade, ir para o asilo significava ter o abrigo […]Read Post ›