Como são as datas festivas, tais como Natal e aniversários, para idosos que vivem sozinhos em suas casas?

Morar sozinho é uma tendência contemporânea para pessoas solteiras, separadas por divórcio ou viúvas, especialmente quando não têm filhos ou eles constroem seus próprios lares. Algumas vezes há conflitos familiares que afastam pais e filhos, tornando os encontros raros e difíceis. Assim, podem mergulhar na solidão, já que ter objetivos estimula à atividade e ameniza […]Read Post ›

Quanto podemos aprender quando congregamos profissionais que pesquisam sobre habitação e cidade para o envelhecimento digno?

Ontem e hoje tivemos nosso III Congresso Internacional de Gerontologia, promovido pelo curso de Gerontologia da USP. Foi uma programação intensa e com diferentes abordagens, apresentadas a uma plateia composta por pesquisadores, profissionais que atuam com idosos e representantes de diferentes instituições que os atendem. Iniciamos com a apresentação da Sra. Kyoko Suzuki, japonesa especialista […]Read Post ›

Comunidades que mantêm redes de apoio oferecem efetivo bem-estar a idosos que desejam morrer em casa?

Já abordamos experiências que descrevem redes de apoio comunitário, em especial apoiadas na confiança gerada por vizinhos que atuam como agentes integradores. Podem ser iniciativas espontâneas, mas em geral, são melhor organizadas quando há uma política pública que sistematize o seu funcionamento, principalmente por considerar a existência de recursos humanos e financeiros provenientes das esferas […]Read Post ›