A setorização de um residencial para idosos por gênero ou outros critérios pode ser considerada excludente?

Uma discussão frequente, quando a organização de uma moradia institucional é colocada em pauta, refere-se ao alojamento de pessoas em processo de demência, quando o declínio da função cognitiva prejudica a memória e o raciocínio acarretam comportamentos inesperados e até impróprios no convívio com os que mantem autonomia. A questão não é somente “afastar” o […]Read Post ›

Qual a diferença em residenciais projetados por profissionais que compreendem as demandas dos idosos?

Com o aumento da longevidade, a percepção de que as mudanças na sociedade exigiriam ofertas de moradia para idosos fez surgir muitas propostas para satisfazer essa procura. Porém, muitas delas eram adaptações em antigos imóveis, mais parecendo pensionatos do que residenciais diferenciados que pudessem oferecer serviços de atenção que satisfizessem essas demandas. A velhice é […]Read Post ›

O que pode justificar que alguns idosos institucionalizados pareçam mal-humorados e difíceis para conviver?

Ao visitar moradias institucionais, frequentemente podem ser observadas situações de isolamento, aparentemente devidas ao desejo de não interagir ou à simples escolha por observar as cenas do cotidiano sem participação ativa. Não raro há reações nem sempre simpáticas quando instados a participar, demonstrando um comportamento que chega a contagiar alguns mais desanimados. Em Tentativas de […]Read Post ›