Quais são os benefícios para avós e netos que desenvolvem atividades juntos?

Atividades intergeracionais são consideradas importantes para a consolidação de vínculos com os idosos, especialmente quando acontecem com crianças. Mesmo quando a capacidade motora e/ou cognitiva está comprometida, a proximidade ativa com outras gerações resgata lembranças remotas que, geralmente, levam a momentos de felicidade. Mas é no auge da vitalidade que as trocas podem ser ainda […]Read Post ›

Quais recursos em moradias institucionais podem apoiar o bem-estar de idosos que perdem a memória?

Música, elementos naturais em jardins e outros objetos normalmente trazem lembranças de momentos importantes no curso da vida. Não é à toa que alguns artifícios são usados nos ambientes da habitação, atendendo desejos de pessoas em quaisquer idades. Mas é na velhice que elementos acessórios, mesmo intangíveis, tornam-se ainda mais úteis para sensibilizar os sentidos, […]Read Post ›

Idosos solitários sempre são impertinentes ou podem ajudar desalentados a reencontrar a felicidade?

Quantas vezes ouvimos histórias em que vizinhos se colocam tão disponíveis que chegam a um estágio insustentável, incomodando mesmo quando encontros furtivos sugerem que será difícil se desvencilhar de longas conversas. Idosos desenvolvem uma percepção de tempo diferente, de acordo com atividades menos urgentes e passíveis de serem postergadas. Assim, são tachados de impertinentes e […]Read Post ›

A setorização de um residencial para idosos por gênero ou outros critérios pode ser considerada excludente?

Uma discussão frequente, quando a organização de uma moradia institucional é colocada em pauta, refere-se ao alojamento de pessoas em processo de demência, quando o declínio da função cognitiva prejudica a memória e o raciocínio acarretam comportamentos inesperados e até impróprios no convívio com os que mantem autonomia. A questão não é somente “afastar” o […]Read Post ›

O que pode justificar que alguns idosos institucionalizados pareçam mal-humorados e difíceis para conviver?

Ao visitar moradias institucionais, frequentemente podem ser observadas situações de isolamento, aparentemente devidas ao desejo de não interagir ou à simples escolha por observar as cenas do cotidiano sem participação ativa. Não raro há reações nem sempre simpáticas quando instados a participar, demonstrando um comportamento que chega a contagiar alguns mais desanimados. Em Tentativas de […]Read Post ›

Por que os residenciais para idosos devem oferecer ambientes de estar estimulantes para os encontros entre gerações?

Quando as residências familiares são organizadas, seja somente com casais jovens, com crianças ou com várias gerações convivendo sob o mesmo teto, sempre há espaços destinados aos encontros sociais, definindo um território que atende desejos e necessidades de toda a família. A sala de estar, assim como possíveis ambientes em varandas e jardins destinados a […]Read Post ›