Morar só, pode resultar em falta de percepção para o surgimento de fragilidades e prejudicar o autocuidado?

A permanência na própria residência é sempre preferível, especialmente se houver suporte social e autonomia para continuar atividades produtivas que mantenham a autoestima em alta. O imóvel pode estar adequado para oferecer conforto, agregando dispositivos à medida em que algumas fragilidades possam ameaçar a segurança quando os sentidos passem a declinar. Mas em que momento […]Read Post ›

A perspectiva de estabelecer novos relacionamentos de amizade pode motivar alguns idosos a mudarem para moradias institucionais?

Sou tutora de estágio de algumas turmas do quarto ano no curso de Gerontologia da USP e atuo em Instituições de Longa Permanência para Idosos, através de convênios estabelecidos entre essas organizações. Ao longo desses quase 10 anos com essas experiências, observar os motivos que levam idosos a morar em ILPIs demonstrou que podemos elencar […]Read Post ›