Que mudanças urbanas poderão trazer melhores condições de uso da cidade para os idosos?

Cidades são planejadas pela perspectiva de equipes multiprofissionais capitaneadas por arquitetos, que integram as diversas premissas que definem seu crescimento. Mas para o arquiteto Joaquim Guedes, como registrado por Renato Anelli (https://vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/09.099/117), “a cidade real é insubmissa às vontades do arquiteto, exigindo dele entender os seus conflitos e conciliar suas ideias com a sociedade real, […]Read Post ›

Qual a importância das calçadas para que haja maior segurança aos idosos que utilizam o espaço público?

Calçadas irregulares são as primeiras razões apontadas por idosos quanto às dificuldades para caminhar nos espaços públicos. Geralmente aparecem como causa de quedas, seja por pisos irregulares pela falta de revestimentos ou pela existência de “degraus” resultantes de desníveis naturais com inclinação significativa. Se houver alguma restrição na capacidade funcional, faz-se uma mistura explosiva: é […]Read Post ›

Que estratégias podem ser adotadas quando a solidão sugere fraqueza e inutilidade?

Frequentemente encontramos idosos sentados sozinhos em praças públicas, observando o movimento e demonstrando estarem com muito tempo disponível. Atividades em duplas, tais como os jogos de tabuleiro, são opções nesses casos, geralmente encontradas em ambientes públicos que agregam várias mesas, sugerindo objetivos de distração que preenchem o tempo de modo significativo. Competir, mesmo sem premiações, […]Read Post ›

O que motiva as pessoas a caminharem nos espaços públicos, especialmente quando idosas?

Oriento uma pesquisa para mestrado, sendo desenvolvido pela arq. Mariana Alves do Nascimento, já qualificada. Foca as relações sociais no espaço urbano a partir das suas transformações, visto que a dinâmica da cidade muda quando são inseridos novos elementos construídos, especialmente edifícios de grande porte que resultem na presença de pessoas estranhas ao lugar. Atividades […]Read Post ›

Podemos reconhecer que cidades amigáveis para idosos são aquelas onde haja crianças brincando nos espaços públicos?

Já falamos sobre elementos importantes para garantir a acessibilidade nos espaços públicos, condição fundamental para a caminhabilidade, aspecto dependente de atrativos que estimulem trajetos vivos e ativos. Andar pelas calçadas, cruzar praças e jardins, sentar em lugares estratégicos para contemplar paisagens e pessoas, além de considerar o espaço urbano como lugar do encontro, são motivos […]Read Post ›

Os bancos instalados em praças e calçadas são úteis para estimular a caminhabilidade ou sugerem outros usos?

Quando falamos em caminhabilidade, coloca-se em questão a percepção do pedestre ao longo dos trajetos a serem vencidos em seus deslocamentos. Trata-se da qualidade dos lugares quanto à acessibilidade e à atratividade para o deleite, considerando-se segurança, conforto e desejo de interagir com o meio. Fala-se muito sobre a necessária atividade física ao longo do […]Read Post ›