A setorização de um residencial para idosos por gênero ou outros critérios pode ser considerada excludente?

Uma discussão frequente, quando a organização de uma moradia institucional é colocada em pauta, refere-se ao alojamento de pessoas em processo de demência, quando o declínio da função cognitiva prejudica a memória e o raciocínio acarretam comportamentos inesperados e até impróprios no convívio com os que mantem autonomia. A questão não é somente “afastar” o […]Read Post ›

Se a longevidade aumenta e a natalidade diminui, como acomodar dignamente o crescente número de idosos?

É fenômeno conhecido que o crescente número de idosos têm demandado decisões relacionadas ao cuidado desses indivíduos, preferencialmente oferecendo condições para que permaneçam com as famílias o máximo possível, desde que se mantenha o conforto e a dignidade. Porém, em muitas situações a opção por moradias institucionais mostra-se mais adequada e, embora seja preciso rever […]Read Post ›