Moradias para idosos podem ser concebidas de tal modo que representem a ideia de qualidade de vida?

Há muito preconceito quando o assunto é moradia institucional, pela lembrança negativa de antigos asilos que representavam solidão e abandono. Seria importante que se desenvolvessem empreendimentos que criassem ideias positivas sobre essa solução, embora seja necessário repensar todo o sistema. Para Jack Cumming, a ideia de padronização proposta por Colin Milner, fundador do Conselho Internacional […]Read Post ›

Que elementos do ambiente construído possibilitam a tão almejada independência para envelhecer na própria casa?

Diversos fatores estão implicados para que o envelhecimento seja bem-sucedido, começando por atitudes preventivas ao criar estratégias para manutenção da autonomia, evitando riscos desnecessários. Para que isso ocorra, criar laços com outros sujeitos da comunidade próxima, assim como manter rotinas que ofereçam segurança em locais e horários compatíveis com as atividades, são providências que permitem […]Read Post ›

Comunidades qualificadas permitem a permanência de idosos no seu lugar de preferência?

O conceito Ageing in Place refere-se à permanência no lugar de preferência ao longo do envelhecimento, em especial na fase da velhice. Não necessariamente no mesmo imóvel, mas em uma comunidade onde haja familiaridade, com oferta de produtos e serviços, facilitando a circulação através de percursos acessíveis e incentivando a interação com vizinhos. Se houver, ainda, alternativas […]Read Post ›

Que diferenciais poderiam ser oferecidos em residenciais que atendem idosos com doença de Alzheimer?

Temos encontrado cada vez mais pesquisadores interessados em buscar soluções para moradia de idosos, especialmente por considerar a heterogeneidade da velhice e a falta de opções adequadas às diferentes necessidades. Neste período de pandemia esse tema foi ainda mais discutido, visto que o aprendizado relativo à prevenção demonstrou que os idosos poderiam ser as maiores […]Read Post ›

Como deverá ser o “novo normal” no atendimento de idosos a partir do fim da pandemia pelo coronavírus?

Temos escutado com frequência a expressão “novo normal”, a partir da compreensão de que o mundo todo está em processo de transformação, enquanto aprende com a experiência nefasta desse inimigo invisível denominado COVID-19. Governantes e gestores em geral viram-se estarrecidos com a velocidade das consequências dessa contaminação, a começar pela necessária proteção dos mais frágeis, […]Read Post ›