Quais diferenciais podem tornar um lugar mais aprazível para viver na velhice?

Já é perceptível que as opções para viver após a aposentadoria são ainda pouco variadas. Se houver necessidade de mais cuidado, a decisão por uma moradia institucional pode ser a mais acertada, ou permanecer em casa contando com cuidadores, familiares ou profissionais. Se há o desejo e a possibilidade de viver com independência, morar de modo a não ficar sozinho e com alternativas de distração pode significar a opção por coliving ou cohousing, a depender do desejo de compartilhamento de alguns espaços. 

A Disney acaba de lançar a proposta “Storyliving by Disney”, propondo comunidades que possam oferecer experiências que vão além do morar e conviver com vizinhos (https://www.seniorlivingforesight.net/is-disney-going-into-the-senior-living-business/).

A Disney acaba de anunciar a criação de uma nova marca, “Storyliving by Disney”, que construirá comunidades residenciais temáticas da Disney que incluirão seções reservadas para pessoas com mais de 55 anos.

Mais do que muitos condomínios já oferecem, sejam áreas esportivas, academias e espaços para reuniões sociais, a proposta é de promover programas diferenciados para os moradores.

A primeira comunidade Storyliving se chamará Cotino e será construída em Rancho Mirage, onde Walt Disney já teve uma casa. Membros do elenco treinados no estilo Disney irão operar a associação comunitária. Eles disponibilizarão, por meio da associação ao clube, “experiências selecionadas”, programas de bem-estar e entretenimento.

Os parques temáticos da Disney têm preenchido o imaginário de crianças até idosos há muitos anos, sendo que uma proposta assim pode sugerir que seja movimentado e cheio de atividades, o que seria até cansativo. Vale visitar o site próprio para entender melhor quais seriam os diferenciais (https://www.storylivingbydisney.com).

Os bairros, incluindo um projetado especialmente para adultos com mais de 55 anos, são cercados pelo espetacular oásis criativo da área de Greater Palm Springs. Imagine sua vida em um lugar onde o serviço mundialmente famoso da Disney torna os momentos mais memoráveis.

Esse parece ser o diferencial mais significativo: o know-how desenvolvido ao longo de muitos anos pela empresa e que se baseia, fundamentalmente, em gestão da qualidade! Sim, os parques são famosos pela manutenção rigorosa, pelo funcionamento pleno e pelo atendimento esmerado do pessoal treinado para receber o público, o que transforma a permanência em lembranças marcantes e o desejo de retornar.

Os diferenciais que podem tornar um lugar mais aprazível para viver na velhice são uma paisagem agradável e um ambiente tranquilo, mas principalmente, opções recreativas acessíveis e um serviço de qualidade que torne as relações mais humanas, garantindo conforto e segurança para que o envelhecimento seja bem-sucedido.

3 comments on “Quais diferenciais podem tornar um lugar mais aprazível para viver na velhice?

  1. Bela mensagem , perdi minha mãe recentemente, mas minha mãe trabalhou muito durante a vida, fato que garantiu uma terceira idade de qualidade e ao lado da família.
    Desde 2017 morava com minha irmã em Campinas , o sobrado foi adaptado para receber ela e as Cuidadoras.
    Os cuidados com remédios, alimentacao, passeios e atividades se tornou um trabalho que consumiu muita energia de minha irmã, por cinco anos ela praticamente deixou de ser mãe, avó, amiga e irmã.
    Mas por longos anos minha mãe nos preparou para esse período. Sobre a importância de cuidar de todos familiares . De estar sempre disposta em ajudar o próximo. Realmente ela fez diferença nessa vida , como mulher em uma época em que mulheres não estudavam , ela foi fazer Medicina , depois virou cientista no Butantã. E no final de vida nos fez apenas um pedido, queria morar com a família.
    Há praticamente um mês ela partiu , nos deixou muitas saudades e uma gratidão eterna de ter saído do ventre dela .
    Mas percebemos nesses últimos cinco anos que o idoso deve ter o dia bem estruturado . Deve ter horários fixos para alimentação, passeios e atividades .
    Todos os dias ela me ligava as 21 horas . Nos últimos meses já não lembrava o assunto do dia anterior.
    Até um dia mãe!!!
    O idoso merece ser cuidado com carinho e muita atenção. Abs

    Curtir

  2. boa tarde! grata pelo envio do artigo, mas…
    insta fazer algumas ponderações:
    1. a premissa que a velhice pressuponha “entretenimento”, me parece equivocada.
    2. a gestão do longeviver atrelada a um equipamento essencialmente voltado
    para consumo,a experiências sensoriais, na contramão do que pode um corpo velho, não parece indicar que o dia a dia dos “moradores” possa realmente ter qualidade.
    3. será que algo tão artificial como os Parques Temáticos citados no artigo se
    interessariam genuinamente na “administração” de uma
    velhice potente, real e “de verdade”?
    Enfim, pontos para nossa reflexão… mas, de saída, posso afirmar: já passamos da hora de encarar a velhice como um evento que deve ser olhado e tratado na perspectiva de políticas públicas efetivas, democráticas , inclusivas e reais.
    um abraço,
    maria antonia demasi

    Curtir

    • Maria Antonia, obrigada por suas reflexões, elas são fundamentais para aperfeiçoar este canal que pretende, sim, provocar as pessoas para que pensem efetivamente numa velhice potente, real e “de verdade”, como você muito bem descreveu. Concordo que a velhice não pressupões somente entretenimento, mas crescimento cultural, socialização e manutenção do desempenho físico e cognitivo, além dele. Talvez devesse ter ficado mais claro que o empreendimento Disney destina-se prioritariamente a americanos, com temperamento muito diferente dos latinos, embora seja importante insistir que experiências sensoriais podem trazer bons resultados à cognição, preservando-a. Estamos mesmo ainda distantes de políticas públicas significativas para inclusão, mas fazemos nosso papel de provocar para que reflexões como as suas tragam mais pessoas para mudar esse quadro. Muito bom, gostei que tenha reagido, gostaria mesmo que mais pessoas o fizessem para que ampliemos o debate!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.