Quais iniciativas em políticas públicas possibilitam a melhoria da mobilidade urbana pelos idosos?

O aumento da população idosa em função da longevidade crescente tem demonstrado a necessidade de espaços públicos adequados para garantir conectividade social e um envelhecimento mais ativo para os cidadãos. Calçadas, travessias, praças e outras áreas de uso público recebem pessoas de todas as idades, possibilitando uma convivência positiva, intergeracional e diversa. Problemas como iluminação […]Read Post ›

O compartilhamento de residência pode ser uma boa alternativa para pessoas que envelhecem ativamente?

Este é um assunto que volta ao Ser Modular, pois já há experiências brasileiras que permitem considerar a coabitação de não familiares como uma alternativa interessante e adequada a muitas situações, especialmente àqueles que buscam um envelhecimento ativo que envolva conectividade, viabilidade e sustentabilidade.  O jornalista Eduardo F. Filho reporta que essa é uma opção que deixou […]Read Post ›

Em que medida o senso de comunidade potencializou a solidariedade entre vizinhos na pandemia?

Quando ficou evidente a disseminação do coronavírus pelo mundo, as notícias sobre as medidas de contenção incluíam principalmente o distanciamento social. As primeiras impressões era de que nem ao menos as interações com os vizinhos seriam recomendáveis, porque cada pessoa “estranha” poderia ser um contaminador em potencial. Para muitas pessoas, essa impressão de perigo iminente […]Read Post ›

Quais as condições para que pessoas adultas com necessidades especiais possam desfrutar de uma moradia independente e digna?

Moradia independente e digna para pessoas com necessidades especiais é uma demanda já percebida em muitos países ao redor do mundo e com exemplos interessantes, que podem inspirar iniciativas inovadoras no Brasil, ainda carente de alternativas que atendam o desejo de independência. As residências assistidas portuguesas, que oferecem apoio a idosos quando houver solicitação e […]Read Post ›

Manter-se ativo ao longo da vida facilita a autonomia para cuidados pessoais e manutenção da moradia?

A longevidade crescente na maioria dos países decorre de diversos motivos, desde a evolução da medicina no desenvolvimento de análises preditivas para doenças graves e de procedimentos que permitem manter uma vida normal apesar das doenças crônicas, até a difusão de informações relevantes sobre alimentação saudável e riscos relacionados com tabagismo e consumo de álcool. […]Read Post ›