Quais recursos na moradia oferecem boa condição térmica para enfrentar temperaturas muito baixas no inverno?

Neste inverno, o clima no Brasil tem surpreendido com temperaturas altas, tornando mais amenos os impactos nas regiões onde normalmente o frio exige cuidados com a saúde. Houve um período bem crítico ainda no outono e preveem que as temperaturas mais baixas se intensifiquem no mês de agosto. Assim, vale apresentar questões que permitam refletir sobre como observar as condições que garantam bem-estar em moradias de pessoas idosas.

Mesmo quando há sistemas de calefação, um país tropical como o Brasil não se prepara para aquecer todos os ambientes da casa. Soluções de aquecimento dos pisos no banheiro encontram-se somente em alguns empreendimentos em regiões serranas, que facilitam andar descalço e aquece o ambiente para banhos mais confortáveis. Muitas pessoas ligam aquecedores, mas o vapor do chuveiro pode acelerar a degradação dos componentes desses aparelhos. Portanto, vale observar como manter a temperatura agradável sem criar uma névoa de umidade, fator que pode gerar quedas por tornar o piso muito escorregadio.

Nos ambientes de permanência prolongada, tapetes ajudam a tornar salas e dormitórios bem mais acolhedores no inverno. O cuidado deve ser com a colocação que evite quedas, seja por posicionar as peças evitando que enrolem ou escorreguem, prendendo no chão se necessário ou colocando mantas emborrachadas que diminuem esse risco. Por outro lado, o vestuário mais pesado, com peças de alfaiataria em lã e o uso de meias grossas, pode apresentar limitação nos movimentos de pessoas já com alguma redução de mobilidade. Nesse caso, a tendência a arrastar os pés e tropeçar nos tapetes, fato agravado pelo uso de chinelos que saem do pé. O que parece uma situação em que bastaria um pouco de cuidado ao caminhar, para pessoas idosas pode resultar no desequilíbrio e consequente queda ao simplesmente deambular pelos ambientes da residência.

Nos dormitórios, a adoção de lençóis térmicos facilita a transição entre retirar casacos e deitar-se, sendo conveniente que sejam desligados antes para apenas aquecer, reduzindo o impacto. Os cobertores, antes muito pesados, hoje são mais leves com edredons térmicos e mantas acrílicas, já que tecidos inteligentes têm sido adotados para roupas em geral. As cortinas são elementos que igualmente proporcionam melhor acolhimento, mas transmitem essa sensação sem necessariamente usar tecidos pesados e difíceis de manipular.

As cozinhas normalmente já são mais quentes em função do uso de forno e outros aparelhos que emitem calor, mas a manutenção adequada supõe o uso de materiais laváveis para facilitar a limpeza. Portanto, o aquecimento dependerá do condicionamento do ar, em especial a partir dos ambientes contíguos, geralmente salas de estar e jantar. Mas o melhor recurso de todos sempre será o calor humano, porque uma casa vazia torna-se fria apesar de qualquer equipamento que produza temperaturas mais altas. É na aproximação de familiares e amigos que se encontra calor em qualquer estação do ano, fator muito importante quanto mais a idade avança.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.