Qual a importância dos elementos da moradia na preservação da memória dos idosos?

Diz-se que lugar é um espaço com significado, podendo caracterizar comportamentos quando a apropriação define hábitos e temperamentos. Buscar tranquilidade ao escolher praia ou campo, maior oferta de alternativas de lazer e cultura em grandes cidades ou a consolidação de atividades sociais em comunidades que vivem em torno de associações representativas, são exemplos de lugares que configuram diferentes dinâmicas de vida. Porém, é no espaço particular que são impressas as mais variadas expressões das preferências humanas, muitas delas caracterizando contextos dos momentos históricos em que esses artefatos arquitetônicos são produzidos.

Se observarmos um único ambiente das moradias, o banheiro, podemos verificar o modo como evoluiu ao longo do tempo. Inicialmente construído à parte, dependia de abastecimento de água e de um sistema de esgoto que não comprometesse o entorno da residência. Ao ser incorporado à edificação principal, ficava próximo à cozinha, configurando a “área molhada” da casa. Passando para o coração da moradia, mantinha proximidade tanto da área social quanto da íntima, mas ainda com espaço para múltiplos equipamentos. Percebido o conforto da proximidade desse ambiente com o dormitório, criam-se as suítes, atendendo o bem-estar de ambientes compartilhados por casais. Além disso, filhos de diversas idades passam a usufruir da mesma privacidade em seus “apartamentos”, mesmo com a redução dos equipamentos para uma bancada com lavatório, uma bacia sanitária e um box com chuveiro. Essa fragmentação do “quarto de banho” em diversos banheiros acaba resultando em outro espaço que consolida essa privacidade, surgindo o lavabo, que passa a ser oferecido aos visitantes eventuais, somente para procedimentos mais urgentes. Enfim, assim como houve a mudança na distribuição da casa, igualmente mudou a perspectiva de soluções estéticas em cores, materiais e formas, atendendo diferentes expectativas e mudando a aparência das edificações a partir do espaço público.

O arquiteto Elvio Garabini, em uma das suas interessantes reflexões, publicou o seguinte comentário:

“Quem poderia dizer que, voltando após muitos anos, décadas, ao cenário de acontecimentos marcantes de sua existência – uma casa, uns apartamentos, um hotel ou outro lugar – não descobriu que esses lugares lhe evocavam sensações fortes para serem ignoradas. O historiador de arquitetura Vincent Scully disse que a arquitetura é um diálogo travado pelas gerações no decorrer do tempo…”

Para idosos que traçam trajetórias de vida com mudanças de lugar, o retorno a uma antiga casa ou edifício pode suscitar lembranças que despertem diversas percepções sensoriais, incluindo sons e odores. Mas é a forma arquitetônica que mais ativa os momentos memoráveis, tanto os bons quanto os ruins. A preservação da memória através de elementos marcantes, até mesmo por fotografias, pode oferecer a manutenção do bem-estar pela sensação de pertencer àqueles lugares em cada momento vivido lá, especialmente quando justificado pelo prazer de relembrar.

2 comments on “Qual a importância dos elementos da moradia na preservação da memória dos idosos?

  1. No passado tínhamos um movimento dos mais velhos em destino as cidades do litoral.
    Hoje parece que esse êxodo alterou um pouco.
    Os mais velhos tem importância no cuidado e acompanhamento dos netos, pois seus filhos, pais e mães trabalham em horário integral. A procura de ambientes de convivência e de manutenção da saúde, tipo unidades do Sesc, garantem uma melhor qualidade de vida aos idosos, além de proporcionar a manutenção deles nas grandes metrópoles.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.