Que elementos do ambiente construído possibilitam a tão almejada independência para envelhecer na própria casa?

Diversos fatores estão implicados para que o envelhecimento seja bem-sucedido, começando por atitudes preventivas ao criar estratégias para manutenção da autonomia, evitando riscos desnecessários. Para que isso ocorra, criar laços com outros sujeitos da comunidade próxima, assim como manter rotinas que ofereçam segurança em locais e horários compatíveis com as atividades, são providências que permitem usufruir de uma vida independente. Seja no entorno da residência ou dentro dela, depende sempre da atenção do próprio idoso para preservar sua capacidade de agir de modo proativo.

A publicação da jornalista Mariza Tavares descreve opiniões de especialistas reunidos em evento sobre longevidade (https://g1.globo.com/bemestar/blog/longevidade-modo-de-usar/post/2020/11/19/o-arsenal-para-o-idoso-viver-em-casa-com-independencia.ghtml).

“The Longevity Week” (…) foi um evento on-line cujo objetivo era abordar um amplo leque de assuntos, amarrados com a proposta de construir “A era da resiliência”. Para enfrentar e superar as dificuldades relacionadas ao envelhecimento, realmente temos que dispor de todo o arsenal disponível. 

Destacam-se aspectos do entorno e do suporte social oferecido pela comunidade próxima, oferecendo possibilidades de lazer e cultura, que criam objetivos que vão muito além da sobrevivência. Para que sejam viabilizados, condições de acessibilidade são imprescindíveis, a começar com calçadas regulares, limpas e permitindo a passagem sem obstáculos. Também é importante que haja boa sinalização, demarcação de travessias e outros indicativos de orientação. Não menos importantes são os equipamentos de apoio, desde bancos para descanso até lixeiras para organização do lugar. Iluminação adequada igualmente garante a extensão do tempo para aproveitar espaços públicos, o que incentiva o exercício físico através de caminhadas e a intergeracionalidade na possibilidade de conviver com crianças e jovens.

O ambiente doméstico pode ser composto com elementos que facilitem as rotinas, em todos os ambientes. O destaque à cozinha se deve pelas especificidades em armazenar insumos, guardar utensílios, produzir alimentos e dispensar resíduos, separando recicláveis e orgânicos. Além disso, há o cuidado com o uso do fogo e de equipamentos cortantes, que exigem a atenção para evitar acidentes e eventos inesperados. Áreas de produção, como a cozinha, podem oferecer oportunidades de criar, ensinar e aumentar a autoestima, pela satisfação com o resultado que, com amigos ou familiares, agrada e demonstra capacidades preservadas. Ambientes enriquecidos são estimulantes e podem prevenir situações perigosas ou constrangedoras, especialmente quando possibilitam segurança e controle sobre os processos que resultam em objetivos atingidos. Os desafios diários devem ser apoiados por um ambiente construído que permita a independência, possibilitando envelhecer em casa.

2 comments on “Que elementos do ambiente construído possibilitam a tão almejada independência para envelhecer na própria casa?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.