Qual a importância de manter os espaços preferidos que idosos estabelecem nas suas residências?

É comum criarmos recantos em casa e privilegiar móveis e objetos que signifiquem boas lembranças. Mesmo quando são acrescidos novos elementos, são escolhidos com base em experiências memoráveis e suportam muitos momentos de introspecção. Frequentemente isso acontece em dormitórios, o território mais privativo da casa, mas há outras possibilidades. Uma poltrona na sala, um ambiente no jardim ou até no banheiro, cada um estabelece em que lugar da moradia se sente mais seguro e confortável. 

No filme da Netflix intitulado Rosa e Momo (Itália, 2020), Sophia Loren é dirigida por seu filho, Edoardo Ponti. Apresenta o muito jovem Ibrahima Gueye, que protagoniza com ela uma relação de perdas e ganhos (http://www.adorocinema.com/filmes/filme-276295/criticas-adorocinema/).

O comovente enredo acompanha Madame Rosa (Loren), uma sobrevivente do Holocausto que vive na Itália. Ela cuida de filhos de trabalhadoras do sexo, profissão que também já chamou de sua. Um amigo pede que ela aceite o jovem Momo (Gueye), um senegalês órfão bastante rebelde, e envolvido em tráfico de drogas. Só que, enquanto isso, ela precisa lidar com um impiedoso Alzheimer — momento em que Loren transita muito bem entre a mulher madura e firme e a jovem amedrontada por causa de invasores nazistas.

Há duas questões que merecem destaque. Em primeiro lugar, Rosa estabelece no porão do velho edifício onde mora o lugar para onde vai quando sente necessidade de reencontrar a paz interior. Na infância, o tempo presa em campo de concentração a fez descobrir esconderijos para se manter viva e esse lugar a abriga em muitos momentos dos seus 86 anos. Para Momo, seus 12 anos não o remete a lugares, mas ao carinho da mãe, representada por um “amigo imaginário” sob a forma de uma leoa, com a qual brinca e em quem confia. O avanço da demência aumenta a aproximação dele, pois percebe que precisa protege-la, o que faz até o fim. Para a morte dela, ele a acomoda no esconderijo tão significativo, para que esteja em segurança e com tranquilidade.

Outro aspecto secundário, mas não menos importante, é o papel de pessoas da comunidade nesse contexto. O médico é o tutor do menino, e confia nela para cuidá-lo. O comerciante é o amigo que emprega e orienta Momo, mesmo quando ele responde com rebeldia, mas não desiste de o acolher quando retorna. A vizinha, Lola, é a amiga transexual que confia em Rosa para cuidar do seu filho e está sempre presente nas emergências. Apesar de todas as carências de cada personagem, o apoio comunitário é evidente e fundamental para eles.

A importância de manter os espaços preferidos que idosos estabelecem nas suas residências é a de manter elementos memoráveis, desde um tapete comprado em determinada situação feliz, uma poltrona muito desejada ou até lembranças de pessoas queridas, seja com porta-retratos, imagens religiosas ou com desenhos feitos pelos filhos na infância. O importante é sentir-se seguro, pertencente àquele lugar e estando bem consigo mesmo.

2 comments on “Qual a importância de manter os espaços preferidos que idosos estabelecem nas suas residências?

  1. Entendo bem essa questão e vou até mais longe , muitos idosos como a minha mãe com 93 anos e cadeirante, moram na cada dos filhos , modificando o ambiente e criando atritos com isso . Nesse momento é muito importante privilegiar os mais velhos e até permitir mudança de mobiliário em nossas casas
    Os idosos devem se sentir acolhidos para seguir a vida enquanto Deus permitir. Com certeza somos felizes em ter minha mãe conosco.
    Gostei muito dessa reflexão, pois muitas vezes criamos atritos por coisas fúteis, querendo apenas ganhar a queda de braço com aquela pessoa que nos colocou no mundo . Isso é mais importante do que qualquer mesa, cadeira ou vaso .
    Abs

    Silvio Lavras

    Curtir

Deixe uma resposta para Maria Luisa Trindade Bestetti Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.